Évora vai receber fábrica de componentes aeronáuticos da Mecachrome

A Mecachrome Aeronáutica vai apostar na cidade de Évora para construir uma fábrica de componentes aeronáuticos. A nova fábrica está avaliada em 7,2 milhões de euros e prevê-se que fique pronta no início de Outubro.

A francesa Mecachrome vai passar a contar com uma nova fábrica de componentes aeronáuticos em Évora. Esta fábrica, que será construída pela Lucios, está orçada em 7,2 milhões de euros e, de acordo com a nota enviada esta quarta-feira, 27 de Janeiro, às redacções, deverá estar pronta no início do quarto trimestre deste ano.

Esta fábrica vai ter uma área de construção bruta de 13.500 metros quadrados e será destinada à produção de componentes aeronáuticos.

Na Mecachrome de Évora serão instalados colectores solares fotovoltaicos para a produção de energia eléctrica, que permitam consumos de correntes fracas e reabastecimento de baterias de viaturas eléctricas, bem como colectores solares térmicos.

Luís Machado, administrador da Lucios, empresa escolhida para realizar a obra, diz no comunicado que "esta empreitada assenta na construção de um bloco administrativo com dois pisos localizado a poente da grande nave industrial e de um bloco social".

"Serão instalados sistemas e tecnologias ecológicas amigas do ambiente, com o objectivo primordial de apostar num desenvolvimento sustentável, recorrendo a fontes de energia renovável e outros recursos naturais", explica.

A empresa francesa Mecachrome é uma das maiores fabricantes da indústria aeroespacial, automóvel, desportos motorizados, defesa e energia e já está presente em Portugal, com uma fábrica em Setúbal.

fonte: Negócios